A dona da Peugeot e Citroen pode comprar a Opel e criar um gigante europeu

A compra da Opel iria aumentar a base de clientes da PSA, dona da Peugeot e Citroen, e criaria “um campeão automóvel europeu”, disse hoje o presidente do fabricante francês, Carlos Tavares.
Novidades | 24 fevereiro 2017

 

Na conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2016, o responsável português considerou que uma  união entre a francesa PSA e a alemã Opel poderia “criar um campeão automóvel europeu”.

 

“O nosso interesse é que [a Opel] continue a ser alemã”, respondeu Carlos Tavares a diversas questões sobre a possível compra da filial europeia da General Motors (GM) pela PSA.

 

Referindo tratar-se de uma operação que ainda não está fechada, o gestor português admitiu que muitos consumidores, em diversos mercados, não estão interessados em comprar um automóvel de marca francesa, mas sim um alemão, pelo que “haveria uma forte complementaridade”.

O presidente do grupo francês recordou a má situação financeira da Opel e comparou com a da PSA há cerca de três anos, mas referiu que, em caso de fusão, será a direção da Opel a desenhar e executar um plano de recuperação.

 

"O nosso interesse é que a Opel continue a ser alemã.” - Carlos Tavares (CEO da PSA)


“Será o seu plano, não alguma coisa imposta pela PSA, mas, com a nossa experiência, podemos ajudar”, declarou.

 

O dirigente indicou que o ponto de partida para este processo correr bem é dar confiança aos trabalhadores e que tem dito aos chefes de governo da Alemanha, França e Reino Unido que serão respeitados os acordos existentes com os sindicatos.

 

 

Conheça as soluções automóveis que temos para si: 

 

/Peugeot

// Opel

// Citroen

 

Fonte: ECO